Artistas hispânicos criticam lei anti-imigrantes ilegais do Arizona

Miami, 30 abr (EFE).- Renomados artistas hispânicos nos Estados Unidos se uniram às vozes que condenam a polêmica lei SB1070 do estado americano do Arizona, a primeira que criminaliza os imigrantes ilegais nos EUA.

EFE |

Miami, 30 abr (EFE).- Renomados artistas hispânicos nos Estados Unidos se uniram às vozes que condenam a polêmica lei SB1070 do estado americano do Arizona, a primeira que criminaliza os imigrantes ilegais nos EUA. Os cantores Ricky Martin, Shakira e Paulina Rubio, a atriz Eva Longoria e o comediante George López são algumas das celebridades que repudiaram a lei, que permite à Polícia questionar o status de qualquer pessoa suspeita de estar ilegal nos EUA e penaliza àqueles que transportem ou deem emprego a um imigrante ilegal. Uma das vozes mais comprometidas foi a colombiana Shakira, que se deslocou ontem até Phoenix (capital do Arizona) para se reunir com o prefeito e a comunidade latina da cidade. Ali ela expressou sua "oposição aberta e pública" à SB1070 e reconheceu sua preocupação com as consequências que pudesse ter para os imigrantes da região. Assim como ela, o cantor Ricky Martin e a mexicana Paulina Rubio também expressaram repúdio à medida. Em sua primeira aparição pública desde que se declarou abertamente homossexual, Martin assegurou que, junto a seus colegas, deseja que "pare a discriminação, o ódio e o racismo". EFE cmg/sa

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG