México, 20 jan (EFE).- Dois artistas experimentais mexicanos protestaram hoje de forma simbólica com uma instalação de sapatos em frente à embaixada dos Estados Unidos no México, situada em pleno centro da capital, para comemorar o fim da Presidência de George W.

Bush.

O sapato foi escolhido como símbolo por causa do incidente protagonizado por um jornalista iraquiano no mês passado, que jogou seu calçado em Bush durante entrevista coletiva em Bagdá.

"Transformou-se em um símbolo, em um ícone", disse à Agência Efe Waldo Facco em relação ao uso de sapatos como protesto e junto a uma fotografia do jornalista iraquiano Muntazer al-Zaidi.

Facco montou a "instalação" de protesto junto com Ana Paula Castañares.

Os artistas delimitaram um pequeno triângulo em uma das calçadas do Passeio da Reforma, uma das principais avenidas da capital, à altura da sede diplomática.

Os dois artistas levavam uma bolsa da qual tiraram cerca de 30 sapatos, que colocaram em silêncio dentro do triângulo. EFE jrp/ma

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.