Arquivos mostram curiosidades sobre Margaret Thatcher

Exigente, inflexível e com certa inclinação a beber whisky, esta é a primeira-ministra britânica Margaret Thatcher que emerge dos arquivos oficiais divulgados nesta quarta-feira e que cobrem os primeiros meses da Dama de Ferro em Downing Street.

AFP |

A falta de paciência de Thatcher com seus ministros e com os funcionários de Downing Street também é revelada nos documentos, que trazem ainda passagens curiosas envolvendo a então premier dos britânicos.

Em junho de 1979, um mês após se tornar a primeira mulher a dirigir o governo britânico, a "Dama de Ferro" viajou ao Japão para participar de uma cúpula econômica em Tóquio.

O governo japonês destacou uma equipe de 20 "agentes femininas caratecas", mas Thatcher rejeitou a medida. "Se os outros chefes receberem 20 caratecas masculinos, a premier não fará qualquer objeção, mas ela não deseja um tratamento particular", respondeu o Foreign Office na ocasião.

Na viagem à França, em junho de 1979, para se reunir com o presidente francês Valery Giscard d'Estaing, os arquivos mostram que membros da embaixada emprestaram dinheiro a Thatcher para gastos no "duty-free", e tiveram muito trabalho para receber o empréstimo.

Uma nota da ocasião revela que a primeira-ministra se permitia a pequenos vícios, como uma garrafa de whisky Teacher's, sua bebida preferida; uma garrafa de gin, bebida apreciada por seu marido, Denis; e 200 cigarros Benson and Hedges.

kah/LR

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG