Arquivo de gangues é criado na França para prevenir crimes

Paris, 29 jun (EFE) - A ministra de Justiça francesa, Rachida Dati, anunciou a criação de um arquivo sobre as gangues de jovens organizadas para tentar evitar ações criminosas e confrontos como os que ocorreram na Torre Eiffel, em Paris, no fim de semana passado.

EFE |

Dati justificou a ação alegando que "muitos países europeus" já adotaram a medida e explicou, em entrevista publicada hoje no "Le Journal du Dimanche", que o objetivo é "identificar essas gangues, antecipar seus movimentos, saber como se constroem, como funcionam, como atuam".

"O fenômeno não é novo, mas queremos enfrentá-lo", ressaltou a ministra, que se reuniu na sexta-feira passada com o presidente francês, Nicolas Sarkozy, para tratar das desordens que ocorreram no fim de semana passado no Campo de Marte de Paris.

Ela também vai pedir ao prefeito da capital, o socialista Bertrand Delanoë, que instale câmeras de vídeo-proteção na zona.

Dati lembrou o ocorrido nas noites de 19 e 20 quando "delinqüentes, não se pode chamá-los de outra forma, tomaram" a esplanada que há junto à Torre Eiffel e se misturaram a estudantes, aos quais começaram a roubar telefones celulares, o que desencadeou brigas até a chegada da Polícia.

Quando apareceram os agentes, acrescentou, os arruaceiros fugiram, mas, em sua fuga causaram danificaram várias lojas.

"Deteremos todos aqueles que cometeram estas violências", ressaltou, antes de reivindicar para eles "a sanção mais firme possível". EFE ac/db

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG