Arqueólogos fazem imagens de satélite de templos de Medinet Habu

Cairo, 21 set (EFE) - Arqueólogos egípcios terminaram de catalogar com imagens por satélite o complexo de templos de Medinet Habu, na margem oeste do Nilo, na cidade de Luxor, 700 quilômetros ao sul do Cairo.

EFE |

Segundo informou hoje o Conselho Supremo de Antiguidades (CSA) em comunicado, foram empregadas as últimas tecnologias em fotografia 3D e aviões para fazer imagens dos templos a partir de cima.

A catalogação de Medinet Habu faz parte de um projeto para registrar e restaurar as antiguidades no Egito, além de utilizar tecnologia avançada para encontrar novas descobertas arqueológicas.

O projeto deve se desenvolver também nas zonas arqueológicas do Vale dos Reis e do Vale das Rainhas, em Luxor, e no planalto das Pirâmides de Gizé e de Saqqara, no Cairo.

O diretor do departamento de antiguidades egípcias do CSA, Sabri Abdel Aziz, explicou na nota que os trabalhos levarão entre seis e doze meses em cada sítio arqueológico.

Além disso, devem ser realizados estudos científicos para o planejamento urbanístico das áreas próximas às jazidas e para avaliar os efeitos do meio ambiente e das águas subterrâneas nos templos.

O CSA desenvolve esta iniciativa em colaboração com a Autoridade Nacional para Detecção Remota e Ciências do Espaço (NARSS, em inglês) e com um organismo que faz estudos científicos de fotografia aérea e terrestre com laser.

O projeto conta com um orçamento de 950 mil libras egípcias (US$ 176 mil), financiado pelo CSA e pela NARSS.

O complexo de Medinet Habu inclui um templo que leva o mesmo nome e que foi construído pelo faraó Ramsés III. EFE hh/db

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG