Arqueólogos encontram possível ata de rendição da época da 2ª Guerra Mundial

Varsóvia, 15 set (EFE).- Arqueólogos poloneses encontraram uma garrafa enterrada em 1939 com um documento em seu interior que, segundo as primeiras pesquisas, é a ata de capitulação da fortaleza polonesa de Modlin, que se rendeu ao Exército alemão durante a Segunda Guerra Mundial (1939-1945).

EFE |

Setenta anos após a redação do documento, os historiadores militares dizem crer que possuem em suas mãos o documento de rendição desta fortaleza, que cedeu ao avanço alemão em 29 de setembro de 1939 após duas semanas de intenso assédio e um dia depois da capitulação de Varsóvia.

Além da ata, a garrafa pode conter outras informações sobre os participantes da defesa do local e os eventos que antecederam a entrada dos alemães, segundo informou hoje a rede de televisão "TVN".

Construída em meados do século XVII, a fortaleza protagonizou um dos episódios épicos mais recordados da resistência polonesa, que suportou bombardeios, artilharia e falta de provisões até que a capital da Polônia içou a bandeira branca.

Até a descoberta desta garrafa, só se conhecia a existência de uma cópia da ata de rendição de Modlin escrita em alemão e que faz parte dos arquivos militares da Alemanha. EFE nt/bba

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG