Arqueólogos amadores encontram maiores pegadas de dinossauro do mundo

Uma dupla de caçadores amadores de fósseis da França descobriu o que se acredita serem as maiores pegadas de dinossauro já encontradas no mundo.

BBC Brasil |

A descoberta de Marie-Helène Marcaud e Patrice Landry, no vilarejo de Plagne, perto de Lyon, em abril, foi confirmada na terça-feira por pesquisadores do Centro Nacional de Pesquisa Científica (CNRS, na sigla em francês).


Cientistas observam pegada de dinossauro / CNRS Photothèque - RAGUET Hubert

Segundo os cientistas, as pegadas se estendem por uma distância de centenas de metros e foram deixadas por saurópodes - herbívoros gigantes de pescoço comprido.

"Vamos fazer mais escavações nos próximos anos e esperamos que elas revelem que o sítio arqueológico de Plagne é um dos maiores do tipo no mundo", disse Jean-Michel Mazin, pesquisador do CNRS.

Jurássico

Os cientistas informaram que as pegadas têm formas circulares com diâmetros que variam de 1,2 metro a 1,5 metro, o que significa que foram deixadas por animais de até 40 toneladas, e com mais de 25 metros de comprimento.

As bordas das pegadas têm um sedimento calcáreo, que data do período Jurássico (há cerca de 150 milhões de anos), quando a região era coberta por um mar morno e raso.

Apesar de o rastro ter sido deixado por animais gigantescos, eles não foram os maiores dinossauros já conhecidos.

Alguns cientistas acreditam que o Amphicoelias fragilimus , também da família dos saurópodes, pesavam até 122 toneladas e teriam de 40 a 60 metros de comprimento.

Leia mais sobre dinossauros

    Leia tudo sobre: dinossauros

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG