Arqueólogos acham ossada de dinossauro de 120 milhões de anos

Arqueólogos espanhóis descobriram os restos de um dinossauro que pode ter mais de 120 milhões de anos. O saurópode teria mais de 25 metros de cumprimento e teria pesado mais de 40 toneladas.

BBC Brasil |

Os ossos do dinossauro estão praticamente intactos. A descoberta aconteceu em Morella, na província de Castellón, no leste da Espanha.

Ele seria da era Cretácea, que sucedeu o período Jurássico. No final do Cretáceo, há 65 milhões de anos, os dinossauros entraram em extinção.

Segundo o pesquisador Jose Miguel Gasulla, uma descoberta do período Cretáceo é pouco comum.

"E uma (descoberta) desse tamanho é muito rara", disse Gasulla ao jornal britânico The Independent.

"É uma descoberta muito animadora, porque raramente se descobre ossos na sua ordem original no esqueleto."
Gasulla ainda não tem estimativa de quanto tempo sua equipe vai levar para retirar os restos do dinossauro do local, mas afirma que o processo deve ser muito lento.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG