Armazém com arsenal explode na Venezuela

Pelo menos uma mulher que morava perto morreu e pânico gerou atropelamentos

AFP |

AFP
Incêndio que se seguiu à explosão pode ser visto a quilômetros de distância
Pelo menos uma pessoa morreu e várias ficaram feridas na madrugada deste domingo na Venezuela, após a explosão de um enorme armazém de armas e explosivos. Fontes do governo dizem que a causa ainda será esclarecida.

"Houve uma explosão em um depósito de armamento, e começaram a haver detonações secundárias. Estamos esperando que estas detonações parem para começar a investigar", afirmou o general Carlos Mata Figueroa, ministro da Defesa, em entrevista à emissora estatal VTV.

O impressionante incêndio, que pôde ser visto a vários quilômetros de distância, ocorreu em um paiol da Companhia Anônima Venezuelana de Indústrias Militares (Cavim, estatal) na cidade de Maracay, no norte do país e perto da capital, Caracas.

O governador, Rafael Isea, disse que até o momento foi confirmada a morte de uma pessoa."Infelizmente, uma senhora foi atingida pela explosão e faleceu", declarou Isea à VTV.

O pânico provocado pela explosão fez com que várias pessoas fossem atropeladas. Pelo menos três foram levadas para hospitais da região, de acordo com Luis Díaz Curbelo, diretor da Defesa Civil. Segundo Rafael Isea, uma área de cinco quilômetros ao redor do depósito foi isolada, e 10.000 pessoas foram evacuadas por precaução. Além disso, várias estradas foram bloqueadas.

    Leia tudo sobre: Venezuelaincêndioarmamentoarsenal

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG