Arma que teria matado ex-astro da NFL foi comprada por amante

Nashville (Tennessee, EUA), 7 jul (EFE).- A arma encontrada no apartamento onde no sábado foi achado morto o ex-quarterback do Tennessee Titans Steve McNair foi comprada dois dias antes por sua amante, Sael Kazemi, que também morreu no incidente, informou hoje a Polícia de Nashville.

EFE |

McNair, de 36 anos, e Kazemi, de 20, foram encontrados mortos por um amigo do ex-jogador da NFL, a liga profissional de futebol americano.

"A pistola que os agentes recuperaram na casa foi comprada por Kazemi", declarou o porta-voz da Polícia de Nashville, Don Aaron.

O ex-jogador recebeu dois tiros na cabeça e dois no peito, enquanto a jovem foi atingida por um também na cabeça. Sob o corpo de Kazemi estava uma pistola.

Por enquanto, legistas apontam que o cenário mais provável com as provas obtidas é que se tratou de um caso de homicídio seguido de suicídio. O crime teria sido cometido por Kazemi.

A relação sentimental entre McNair e Kazemi já durava vários meses. A jovem achava que o ex-astro da NFL estava divorciado de sua esposa.

McNair, de 36 anos, jogou 13 temporadas como profissional pelo Houston Oilers, franquia que depois virou Tennessee Titans, e pelo Baltimore Ravens.

O quarterback foi a escolha número três do Oilers no draft (sorteio universitário) de 1995, para depois chegar três vezes ao Pro Bowl. EFE mjr/rr

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG