Argentinos preferem Obama na Casa Branca, diz pesquisa

Buenos Aires, 29 abr (EFE).- Mais de um terço dos cidadãos da Argentina prefere que o senador Barack Obama vença as eleições para a Presidência dos Estados Unidos, enquanto a também pré-candidata democrata Hillary Clinton perde posições no país sul-americano.

EFE |

Essas afirmações foram feitas por uma pesquisa divulgada hoje pela empresa de consultoria privada Ibarómetro, que ontem e domingo sondou as opiniões dos argentinos sobre as próximas eleições nos EUA, algo que já tinha feito no primeiro mês do ano.

Segundo a enquete, 52,7% dos consultados consideram que o pleito americano é importante para o futuro do mundo e da Argentina.

Dos entrevistados, 35,2% afirmam preferir Obama como presidente dos EUA. O senador afro-americano concorre com Hillary, senadora por Nova York, pela candidatura democrata à Casa Branca.

No entanto, a ex-primeira-dama dos Estados Unidos obteve uma adesão de apenas 18% entre os argentinos, seguida pelo já candidato republicano John McCain, que acumulou 7,1% da preferência.

"A respeito da última medição do Ibarómetro, em janeiro, Hillary recuou seis pontos percentuais, enquanto Obama cresceu e subiu de 11% para 35,2% na preferência dos argentinos", afirma o instituto responsável pela enquete, que entrevistou 2.500 pessoas em todo o país. EFE nk/fr

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG