Argentinos fazem passeata para apoiar Evo Morales

Grupos sociais, sindicais, políticos e humanitários ocuparam nesta segunda-feira as ruas de Buenos Aires para manifestar apoio ao presidente da Bolívia, Evo Morales, que enfrenta um grave crise política.

AFP |

Uma passeata, que reuniu milhares de pessoas, saiu do Obelisco e percorreu cerca de 400 metros até a embaixada boliviana. O protesto foi convocado pela Central de Trabalhadores Argentinos (CTA), com o apoio de organizações humanitárias, sociais e grupos de piqueteiros (pobres e desempregados).

Outra passeata, de grupos de esquerda e extrema esquerda, foi do Congresso argentino à embaixada da Bolívia.

"Denunciamos a tentativa de desestabilização da Bolívia, atrás da qual se movem poderosos interesses de grupos de investidores estrangeiros e das oligarquias locais. Há a mão do governo dos Estados Unidos", disse o professor Hugo Yasky, líder da CTA.

Os manifestantes entregaram uma declaração de apoio à embaixadora da Bolívia na Argentina, Leonor Lemaitre.

ls/LR

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG