Argentina vira o 2º país do mundo com mais mortos pela gripe

Buenos Aires, 14 jul (EFE).- O Governo da Argentina confirmou hoje 137 mortes pela gripe suína no país, que passa o México e se torna a segundo nação do mundo com mais óbitos pela doença.

EFE |

Em nota, o Ministério da Saúde argentino informou que no país já foram confirmados 3.056 casos da gripe. Mas, há cerca de uma semana, o ministro Juan Manzur disse que os infectados pelo vírus AH1N1 seriam aproximadamente 100 mil.

Até sábado, o Governo argentino havia contabilizado 94 mortes.

Com a confirmação de 43 novos óbitos, o país passou o México (124) em número de mortos pela doença e agora só fica atrás dos Estados Unidos (211).

O mais recente boletim das autoridades argentinas foi divulgado um dia antes da reunião entre os ministros de Saúde da região, que vão se reunir em Buenos Aires para definir medidas conjuntas contra a gripe.

O encontro foi convocado pela Argentina, onde o avanço da doença forçou o fechamento de cinemas, shoppings, escolas e teatros.

Uma pesquisa realizada pelo Ibope Inteligência e divulgada nesta terça-feira mostra que apenas 14% dos argentinos acham que o país está bem preparado para enfrentar a doença. EFE ms/sc

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG