Argentina repatria turistas e estende suspensão de voos ao México

Buenos Aires, 4 mai (EFE).- Mais de 200 turistas argentinos que estavam no México retornaram hoje em um voo especial à Argentina, que decidiu estender a suspensão das atividades das linhas aéreas entre ambos os países para tentar evitar a expansão da gripe suína.

EFE |

Os voos entre Argentina e México estão suspensos desde a terça-feira passada. Hoje, a Unidade Coordenadora Nacional criada para combater a doença se reunirá para definir até quando a medida será mantida, mas o chefe do Gabinete, Sergio Massa, apontou que a restrição continuará pelo menos até quinta-feira.

Ontem, o Governo argentino declarou que não há casos de gripe suína no país, mas existem 17 ocorrências sob investigação.

Um contingente de turistas argentinos que permanecia no México chegou nesta madrugada em um voo especial ao aeroporto internacional de Ezeiza, nos arredores de Buenos Aires, e nenhum apresentou sintomas de gripe durante a viagem, explicaram os médicos que os acompanharam.

Os 229 viajantes e seis tripulantes foram recebidos por seus familiares após passar por controles de saúde e serão submetidos a acompanhamento por dez dias, disse o secretário de Gabinete e Gestão Pública argentino, Juan Manuel Abal Medina.

Em comunicado, a embaixada do México em Buenos Aires criticou a decisão que o Governo argentino tomou de forma "unilateral e sem fazer consulta alguma ao Governo mexicano, ocasionando inúmeros inconvenientes a passageiros argentinos, mexicanos e de outras nacionalidades".

As autoridades argentinas afirmaram que a medida "não é discriminatória" e atende ao objetivo de evitar que o vírus da gripe suína ingresse no país. EFE hd/bba

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG