O governo argentino anunciou formalmente nesta quinta-feira a reabertura da troca da dívida pública em default, que começará no dia 3 de maio e terminará em 7 de junho." /

O governo argentino anunciou formalmente nesta quinta-feira a reabertura da troca da dívida pública em default, que começará no dia 3 de maio e terminará em 7 de junho." /

Argentina reabrirá troca da dívida em 3 de maio

O governo argentino anunciou formalmente nesta quinta-feira a reabertura da troca da dívida pública em default, que começará no dia 3 de maio e terminará em 7 de junho.

AFP |

O governo argentino anunciou formalmente nesta quinta-feira a reabertura da troca da dívida pública em default, que começará no dia 3 de maio e terminará em 7 de junho.

Segundo o ministro da Economia, Amado Boudou, "amanhã (sexta) publicaremos nos principais jornais internacionais um anúncio informando a troca e que a operação começa, efetivamente, na segunda-feira".

Neste dia, Boudou abrirá a rodada de oferta pública no exterior em Roma, antes de seguir para Longres, na terça, e aos Estados Unidos, na segunda semana de maio.

A reabertura da troca da dívida para os credores que rejeitaram a proposta de 2005 foi formalizada com a publicação do decreto que autoriza a emissão de títulos públicos para cobrir a operação.

Boudou reafirmou à imprensa que o objetivo do governo "é conseguir uma adesão de ao menos 60%".

Argentina oferece a troca de títulos por um terço de seu valor nominal, mas com um leque de novos papéis que dão um valor real de mercado acima de 50%.

jos/LR

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG