Argentina propõe Bariloche como sede de reunião urgente da Unasul

Buenos Aires, 10 ago (EFE).- A presidente da Argentina, Cristina Kirchner, propôs hoje que a reunião extraordinária da União de Nações Sul-americanas (Unasul), sobre a possível presença militar americana em bases na Colômbia, aconteça em Bariloche.

EFE |

Fontes oficiais consultadas pela Agência Efe confirmaram que a cidade, a 1.800 quilômetros de Buenos Aires, foi sugerida por Cristina para abrigar a eventual reunião presidencial, que se confirmada aconteceria entre "27 e 28 de agosto".

"A presidente se comprometeu a convidar o presidente colombiano, Álvaro Uribe, porque considera importante sua presença", afirmaram os porta-vozes.

Cristina propôs hoje na cúpula da Unasul, realizada em Quito, que a Argentina seja sede de uma reunião urgência para analisar o acordo que a Colômbia negocia com os Estados Unidos e que foi um dos eixos do encontro no Equador.

O assunto, de todos os modos, será abordado no próximo dia 24 de agosto na reunião de chanceleres e do Conselho de Defesa Sul-americano, na capital equatoriana. EFE nk/rr

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG