Argentina nega casos de gripe suína no país

Buenos Aires, 27 abr (EFE).- Autoridades sanitárias da Argentina reiteraram hoje que não há casos de gripe suína no país, mas admitiram que há um em estudo.

EFE |

"Há uma situação duvidosa", afirmou Carlos Soratti, secretário de Políticas, Regulação e Institutos do Ministério da Saúde, sem dar muitos detalhes sobre o caso.

Em entrevista coletiva depois de se reunir com a ministra da Saúde, Graciela Ocaña, Soratti disse que as autoridades fazem "todo o possível para detectar precocemente" a possível entrada de algum portador do vírus da gripe suína e, se isso ocorrer, para dar "o tratamento mais adequado para a pessoa e a comunidade".

"Temos em alerta todos os sistemas de epidemiologia do país e estamos presentes com unidades de saúde de fronteira nos quatro aeroportos internacionais aonde chegam voos do México ou dos Estados Unidos", explicou.

Um argentino de 36 anos morreu há dez dias no México com sintomas da gripe suína, denunciou hoje a família desse à imprensa local.

Em entrevista na cidade de Bragado, em Buenos Aires, Darío Marano afirmou que seu irmão, Horacio, ficou doente há dez dias, com sintomas de laringite, e morreu horas depois. EFE cw/db

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG