Publicidade
Publicidade - Super banner
Mundo
enhanced by Google
 

Argentina mostra apoio ao Chile após tragédia

Buenos Aires, 27 fev (EFE).- O Governo da Argentina mostrou hoje sua solidariedade ao Chile perante as consequências do violento terremoto desta madrugada.

EFE |

A Chancelaria lembrou em comunicado que nas primeiras horas do dia a presidente argentina, Cristina Kirchner, falou por telefone com a presidente chilena, Michelle Bachelet, para mostrar "a mais absoluta disposição" em colaborar com recursos humanos e materiais.

"Da mesma forma, ministros do Poder Executivo se comunicaram com seus colegas chilenos para se colocar inteiramente à disposição", continua a nota.

O Ministério diz ainda que governadores de províncias argentinas limítrofes com o Chile também fizeram contato com autoridades do país vizinho.

O forte terremoto aconteceu hoje às 3h36 (na hora local e em Brasília) com epicentro na região de Bío-Bío, a 500 quilômetros de Santiago e a 90 quilômetros da capital regional, Concepción.

O sismo chegou a ser sentido em alguns bairros de São Paulo e teve 8,8 graus de magnitude na escala Richter, segundo o Instituto Geológico dos Estados Unidos (USGS, em inglês).

Foi gerado um tsunami no Oceano Pacífico que chegará ainda hoje ao Havaí, como informou a Administração Nacional de Atmosfera e Oceanos (NOAA, na sigla em inglês).

A NOAA emitiu ainda um alerta de tsunami para uma ampla área do Pacífico, já retirado em muitos países pelas autoridades locais. EFE cw/rr

Leia tudo sobre: iG

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG