O número de mortos pela gripe suína na Argentina teve um grande incremento nos últimos cinco dias, passando de 26 a 43 óbitos, informou nesta quarta-feira o ministro da Saúde, Juan Manzur.

"Entre 43 e 44 mortos", respondeu Manzur ao ser consultado sobre o número de vítimas fatais da gripe suína, atualizando o último boletim, emitido na sexta-feira passada.

Com 43 mortes, a Argentina é o terceiro país em número de óbitos por gripe suína, atrás apenas de Estados Unidos e México.

jos/LR

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.