Buenos Aires, 12 mai (EFE).- O Governo argentino expressou sua profunda consternação pelo terremoto que sacudiu hoje o sudoeste da China, onde morreram pelo menos 8.

500 pessoas, informaram fontes oficiais.

O chanceler argentino, Jorge Taiana, fez chegar a seu colega chinês, Yang Jiechi, "uma mensagem de condolências e solidariedade", declarou o Ministério das Relações Exteriores em um comunicado.

"Em nome do Governo e do povo argentino, desejo transmitir nossas mais profundas condolências ao Governo Chinês e solicitar que faça chegar uma mensagem de solidariedade aos familiares das vítimas e a todo o povo deste país, com o qual mantemos intensas relações de amizade e cooperação", afirma o texto. EFE hd/fal

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.