Buenos Aires, 26 ago (EFE).- O ministro das Relações Exteriores argentino, Jorge Taiana, expressou hoje o profundo pesar do Governo da Argentina com a morte do senador democrata americano Edward Kennedy.

A Chancelaria argentina informou em comunicado que Taiana enviou à secretária de Estado americana, Hillary Clinton, uma carta de condolências pela morte de Edward Kennedy, aos 77 anos, vítima de um câncer cerebral.

"A destacada trajetória do senador Kennedy deixou uma pegada na política dos Estados Unidos, a favor da defesa da democracia e do exercício das liberdades civis", informou a carta.

Taiana disse que "o Governo argentino reconhece particularmente o firme compromisso do senador Kennedy com a defesa dos direitos humanos em nosso país e seu decidido apoio para o restabelecimento da democracia em épocas da última ditadura militar" (1976-1983). EFE nk/db

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.