Tamanho do texto

A Argentina expressou nesta quinta-feira seu pleno e incondicional apoio ao Governo do presidente boliviano, Evo Morales, e chamou a comunidade internacional a se pronunciar a favor do respeito à ordem constitucional e à integridade territorial da Bolívia.

A Chancelaria argentina afirmou, em comunicado, que "perante os graves atos de violência e sabotagem terrorista" registrados na Bolívia, o Governo de Cristina Fernández de Kirchner "reitera seu pleno e incondicional apoio ao Governo constitucional do presidente Evo Morales".

A Argentina chamou "os governadores a frear os atos de violência em seus respectivos departamentos", e convocou os principais dirigentes políticos e sociais da Bolívia para que "evitem um agravamento da situação e retomem o diálogo, único caminho possível para evitar maiores desencontros entre os bolivianos de todas as regiões e de todos os setores".

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.