Argentina espera 60% de aceitação mínima em troca de dívida

Buenos Aires, 15 abr (EFE).- O ministro da Economia argentino, Amado Boudou, disse hoje esperar que a nova oferta de troca de títulos de dívida com credores privados tenha aceitação mínima de 60% .

EFE |

"Entendemos que vamos chegar a este piso que nos propomos", disse o ministro que, em entrevista coletiva, detalhou a nova proposta para refinanciar US$ 20 bilhões em bônus em moratória desde 2001.

Boudou disse que o período de subscrição começará no máximo em dez dias e ficará aberto por um mês. EFE nk/rr

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG