Argentina dobra fornecimento de gás natural ao Chile após tremor

BUENOS AIRES (Reuters) - A Argentina dobrará seu abastecimento diário de gás natural ao vizinho Chile para 5,5 milhões de metros cúbicos nesta quarta-feira, depois que o forte terremoto forçou o fechamento de duas refinarias de petróleo, afirmou uma fonte do governo argentino. A fonte, que falou na condição de anonimato, disse que o terremoto que atingiu o Chile no sábado não danificou os gasodutos que ligam os dois países.

Reuters |

Duas grandes refinarias de petróleo da estatal chilena ENAP permaneciam fechadas nesta quarta-feira. Bio Bio, a maior planta, apresentava problemas para receber água e energia elétrica, afirmou um líder sindicalista.

A fonte do governo disse que a Argentina tem enviado uma média de 2,5 milhões de metros cúbicos diários ao Chile, e não precisou por quanto tempo durará o aumento no fornecimento.

A Argentina, fornecedor exclusivo de gás natural ao Chile, já chegou a cortar o fluxo do combustível esporadicamente nos últimos anos quando havia aumento da demanda por eletricidade em seu território.

(Reportagem de Guido Nejamkis)

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG