irreparável - Mundo - iG" /

Argentina diz que fábrica de celulose causará dano ambiental irreparável

Haia, 14 set (EFE).- A Argentina afirmou hoje perante a Corte Internacional de Justiça (CIJ) que a fábrica de celulose da empresa finlandesa Botnia causará um dano irreparável no rio Uruguai e em todo seu ecossistema.

EFE |

A conselheira legal do Ministério de Exteriores argentino, Susana Ruiz Cerutti, disse, na abertura das audiências públicas da disputa entre seu país e o Uruguai, que a celulose "não somente implica em um risco de poluição, mas sabemos que é contaminante".

Denunciou que a população que vive na margem argentina do rio "já notificou danos sérios" por causa da celulose para sua saúde, para os animais e para a qualidade do meio ambiente.

Cerutti qualificou o cheiro desprendido da celulose como de "ovos podres", o que também tem consequências para a saúde da população.

A especialista argentina lembrou que os juízes da CIJ podem ordenar no final das audiências "o fechamento ou a destruição da fábrica", apesar de esta já estar em pleno funcionamento.

A delegação de Buenos Aires tentou simplificar perante os juízes a base legal da denúncia contra o Uruguai, alegando que Montevidéu "violou flagrantemente o estatuto do rio Uruguai", que regulamenta o uso partilhado de suas águas pela Argentina e pelo país vizinho.

A Argentina sustentou que, de acordo com esse estatuto de 1975, o Uruguai deveria tê-los consultado antes de conceder "unilateralmente" permissão para a construção da fábrica de celulose em sua margem do rio.

Os argentinos levaram o conflito sobre a fábrica de celulose à CIJ em maio de 2006, com o argumento de que o país vizinho violou o tratado do rio Uruguai quando autorizou a construção de duas fábricas de celulose em sua margem do rio que divide os dois países.

Para a Argentina, o Uruguai não se submeteu aos mecanismos de informação e consulta do tratado em casos de atividades com possibilidades de poluir o meio protegido. EFE mr/an

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG