Argentina declara alerta sanitário por casos da gripe em porcos

Buenos Aires, 17 jul (EFE).- O Serviço Nacional de Saúde e Qualidade Agroalimentar (Senasa) da Argentina declarou hoje alerta sanitário em todo o país pela detecção de gripe suína em porcos.

EFE |

A resolução, publicada hoje no Diário Oficial, estabelece o fortalecimento das medidas de controle, diagnóstico, prevenção e vigilância das criações de porcos.

A determinação oficial indica que há antecedentes na Argentina, onde existe uma "alta circulação" do vírus A (H1N1) entre humanos, de transmissão da doença de pessoas a porcos.

O Senasa disse que confirmou com exames de laboratório casos clínicos de gripe suína em uma criação de porcos da província de Buenos Aires, onde se determinou a imobilização das criações em toda a área.

O serviço sanitário argentino recomendou aos produtores agropecuários evitar a presença de pessoas com sintomas de gripe em seus estabelecimentos, para prevenir o contágio dos porcos.

Além disso, o Senasa insistiu em lembrar à população que a doença não é transmitida pelo consumo de carne de porco e seus derivados.

Depois dos EUA, a Argentina é o país com maior quantidade de mortes pela gripe suína, com 137 mortos.

Segundo as autoridades argentinas, há 3,056 mil casos confirmados por amostra de laboratório, mas o número real de infectados pode chegar a 100 mil. EFE nk/an

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG