Argentina contabiliza 30 casos de dengue na fronteira com o Brasil

Buenos Aires, 7 jan (EFE).- A Argentina detectou 30 casos de dengue na província de Misiones, na fronteira com o Brasil e o Paraguai, depois que a epidemia atingiu o país no ano passado, informaram hoje fontes oficiais.

EFE |

"Esses casos foram detectados no controle que se faz caso a caso", explicou o ministro da Saúde argentino, Juan Manzur, segundo quem quatro diagnósticos foram confirmados em laboratório, enquanto outros 26 se "apresentam como casos de dengue por nexo epidemiológico".

Fontes do ministério acrescentaram que nenhum dos infectados quis ser internado.

"Não podemos cruzar os braços. O verão é longo e este é o momento de redobrar os esforços porque, para o sistema de saúde, não importa onde as pessoas vivem, se é no Paraguai ou na Argentina", declarou Manzur, que ontem percorreu a região afetada.

A maioria dos casos foi registrada na cidade de Puerto Iguazú, na Tríplice Fronteira entre Brasil, Argentina e Paraguai. Nas proximidades, ficam as Cataratas do Iguaçu, visitadas anualmente por milhares de turistas.

Por causa da confirmação dos casos, o Governo argentino iniciou na região uma operação de tratamento e prevenção da doença, que é transmitida pelo mosquito "Aedes aegypti".

No primeiro semestre de 2009, a dengue infectou 50 mil pessoas e provocou uma dezena de mortes na Argentina, na maior epidemia desta doença registrada no país.

Em dezembro, a província de Misiones declarou "alerta amarelo" contra a dengue em função dos casos registrados no Paraguai, onde houve um surto da doença.

Manzur, sua colega na pasta de Saúde Pública e Bem-estar Social do Paraguai, Esperanza Martínez, e autoridades sanitárias do Brasil tiveram no mês passado uma reunião de trabalho para revisar as ações de prevenção à dengue e a evolução da doença na região. EFE ms/sa-sc

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG