Argentina confirma morte pela gripe na fronteira com Brasil

Buenos Aires, 24 jun (EFE).- Um homem de 36 anos morreu na província argentina de Misiones, fronteiriça com o Brasil, vítima da gripe suína, o que elevou a 18 o número de mortos até o momento pela doença no país.

EFE |

O diretor de Epidemiologia do Ministério da Saúde Pública de Misiones, Jorge Gutiérrez, disse que se trata da primeira morte originada pelo vírus no distrito, que faz fronteira com Brasil e Paraguai.

Segundo ele, a morte do homem, que sofria de pneumonia, ocorreu no sábado.

Trata-se da primeira vítima do interior da Argentina, já que dos 17 mortos, quatro estavam na capital e 13 na província de Buenos Aires.

O Ministério da Saúde argentino indicou nesta terça-feira que foram registrados 81 novos casos da gripe, com o que o número de infectados chega a 1.294 pessoas.

Apesar do nome, a gripe suína não apresenta risco de infecção por ingestão de carne de porco e derivados. EFE hd/rr

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG