Argentina afasta embaixadora de Honduras por apoio a golpe

BUENOS AIRES (Reuters) - O governo da Argentina anunciou nesta quinta que exigiu o afastamento da embaixadora de Honduras no país, Eleonora Ortez Williams, por ela ter apoiado publicamente o governo interino de Roberto Micheletti. A decisão foi tomada após um pedido do presidente deposto de Honduras, Manuel Zelaya, ao chanceler argentino, Jorge Taiana.

Reuters |

"O presidente Zelaya e o chanceler Jorge Taiana mantiveram uma reunião neste último fim de semana em Quito, na qual o mandatário hondurenho solicitou o afastamento de Ortez Williams da embaixada de Honduras em nosso país", disse a chancelaria argentina em comunicado.

"O chefe da diplomacia argentina emitiu assim a imediata notificação à embaixadora", acrescenta o comunicado.

A relação diplomática entre Argentina e Honduras será realizada por meio da embaixada de Honduras nos Estados Unidos.

A Argentina é um dos países que condenou o golpe de Estado em Honduras, ocorrido em 28 de junho, e não reconhece o governo de facto presidido por Roberto Micheletti.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG