Ahmed Ressam, um argelino membro da rede Al-Qaeda, teve confirmada nesta quarta-feira a pena de 22 anos de prisão por um juiz federal de Seattle (Estado de Washington, noroeste), por tentar cometer um atentado no aeroporto de Los Angeles no final de 1999.

A informação foi dada por Emily Langlie, porta-voz do procurador federal de Seattle, em mensagem eletrônica à AFP.

O magistrado responsável pela sentença pronunciou a mesma pena que havia decretado em julho de 2005, contra as recomendações do Ministério Público para que o argelino, de 41 anos, cumprisse 45 anos de prisão.

tq/chl/sd

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.