Argelino Ahmed Ressam novamente condenado a 22 anos de prisão nos EUA

Ahmed Ressam, um argelino membro da rede Al-Qaeda, teve confirmada nesta quarta-feira a pena de 22 anos de prisão por um juiz federal de Seattle (Estado de Washington, noroeste), por tentar cometer um atentado no aeroporto de Los Angeles no final de 1999.

AFP |

A informação foi dada por Emily Langlie, porta-voz do procurador federal de Seattle, em mensagem eletrônica à AFP.

O magistrado responsável pela sentença pronunciou a mesma pena que havia decretado em julho de 2005, contra as recomendações do Ministério Público para que o argelino, de 41 anos, cumprisse 45 anos de prisão.

tq/chl/sd

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG