Argélia detém 59 que tentavam entrar ilegalmente na Europa

Argel, 18 mai (EFE).- A Guarda Costeira argelina deteve hoje na costa oeste do país 59 imigrantes ilegais que tentavam atravessar o Mediterrâneo para chegar ao litoral espanhol.

EFE |

Trata-se do maior número de imigrantes ilegais detidos em um único dia em 2009.

As detenções aconteceram em duas operações diferentes, uma na costa de Oran, no oeste argelino, e outra na de Ghazaouet, na província de Tlemcen e perto da fronteira com o Marrocos.

Em Oran, a Guarda Costeira interceptou um grupo composto por 45 pessoas, de entre 25 e 27 anos, que tinham embarcado em duas lanchas na praia de Cabo Falcon.

Em Ghazaouet, foram capturadas outras 14 pessoas que viajavam em uma velha embarcação de pesca.

As duas operações elevam a 116 o número de ilegais detidos nos últimos dez dias no leste e no oeste do país, período que coincide com a chegada do bom tempo e das altas temperaturas à Argélia.

Os imigrantes que embarcam no litoral oeste da Argélia tentam alcançar as costas espanholas, enquanto os que o fazem do leste do país se dirigem habitualmente para o sul da Itália.

O Governo argelino endureceu recentemente a legislação sobre imigração ilegal, com penas que podem alcançar até seis meses de prisão para os envolvidos e até dez anos para os membros das redes que organizam a travessia. EFE sk/rr

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG