Vinte e nove pessoas morreram e 84 ficaram feridas nas inundações da região argelina de Gardaia, a 600 km ao sul da capital Argel, afetada por chuvas torrenciais nas últimas 48 horas, indicou a rádio nacional argelina.

O ministro do Interior, Nuredin Yazid Zerhuni, que foi até o local, havia falado anteriomente em 13 mortos e 600 casas destruídas.

"O sobrevôo que realizamos nos leva a dizer que infelizmente o balanço pode ser mais importante", acrescentou.

Gardaia, no vale do M'zab, classificado como patrimônio da humanidade, fica entre os planaltos argelinos e o Saara.

pyj/ep/lm/fp

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.