Arcebispo de Porto Príncipe morre no terremoto

Cidade do Vaticano, 13 jan (EFE).- O arcebispo de Porto Príncipe, Serge Miot, de 61 anos, morreu hoje no terremoto que devastou o Haiti e que resultou em inúmeras mortes, informou a agência católica vaticana Misna.

EFE |

Segundo a agência, o corpo de Miot foi achado entre os escombros do arcebispado, um dos edifícios destruídos pelo tremor, por missionários da Sociedade dos Padres de Saint Jacques, presentes no Haiti há 40 anos.

Não há notícias do vigário-geral de Porto Príncipe, monsenhor Benoit, e teme-se que ele esteja sob os escombros, acrescentou "Misna".

Após saber do terremoto, o papa Bento XVI expressou sua solidariedade com os afetados e fez um apelo "à generosidade" da comunidade internacional para que se mobilize imediatamente, "para que não falte ajuda a estes irmãos e irmãs que vivem um momento de necessidade e de dor".

A missionária brasileira Zilda Arns, fundadora e coordenadora da Pastoral da Criança, morreu no terremoto, informaram hoje fontes oficiais. EFE JL/sa

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG