O ministério saudita do Interior anunciou nesta quarta-feira a prisão nos últimos meses de 701 islamitas de diversas nacionalidades, que estavam envolvidos em projetos de atentados em instalações petroleiras.

"Desde o início do ano, as forças de segurança sauditas realizaram operações contra os adeptos dessa ideologia desviada e prenderam no total 701 pessoas de diferentes nacionalidades", declarou um porta-voz do ministério em um comunicado, divulgado pela agência de notícias oficial SPA.

bur-tm/cn

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.