Casais com planos de casamento na Arábia Saudita poderão ser obrigados a fazer cursos sobre o assunto antes de assumir o compromisso, de acordo com uma proposta em estudo pelo Ministério Saudita para Assuntos Sociais. As autoridades esperam que a medida leve a uma redução da incidência de divórcios, especialmente entre jovens.

Estatísticas são escassas e estimativas indicam que dissoluções podem variar de 30% a 60% dos casamentos.

Os cursos, formulados por organizações beneficentes, devem tratar os "aspectos legais do casamento, os direitos de maridos e mulheres e seus deveres para com os filhos".

O currículo incluirá ainda como lidar com as famílias dos dois cônjuges.

Não está claro se educação sexual será incluída no curso, mas algumas pessoas acreditam que ela é muito necessária em uma sociedade onde qualquer discussão sobre sexo é um tabu.

Na prática, o divórcio afeta mais duramente as mulheres sauditas do que os homens, porque é quase impossível um segundo casamento para uma divorciada.

Além do divórcio, um estudo realizado por uma universidade saudita revelou que cerca de 40% dos casamentos são infelizes, com problemas que vão da violência, crueldade e abandono a divergências e brigas constantes.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.