A Arábia Saudita anunciou nesta quarta-feira o primeiro caso gripe suína em uma filipina, enquanto o Egito confirmou o primeiro caso da doença em uma menina de 12 anos, fazendo do país o primeiro da África a registrar um caso do novo vírus da gripe A (H1N1).

O ministro da Saúde da Arábia Saudita, Abdallah Al Rabia, informou que uma filipina que retornava de férias em seu país natal teve confirmada a infecção pelo vírus.

A paciente está em quarentena e as autoridades advertiram os passageiros do mesmo voo da filipina.

O Egito confirmou o primeiro caso de A (H1N1) em uma menina de 12 anos com dupla cidadania - egípcia e americana - que chegou dos Estados Unidos.

A menina foi colocada em quarentena no Cairo na segunda-feira, depois que apresentou os sintomas da doença.

O vírus A (H1N1) contaminou 18.965 pessoas em 64 países e provocou 117 mortes, segundo o balanço mais recente da Organização Mundial da Saúde (OMS).

bur-ak/fp

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.