Arábia Saudita devolve três supostos terroristas ao Líbano

Beirute, 15 nov (EFE).- A Arábia Saudita devolveu hoje ao Líbano três supostos membros de uma rede terrorista que estariam envolvidos em atentados realizados em território libanês, informaram à Agência Efe fontes das entidades de segurança.

EFE |

Os três sauditas, identificados como Fahd Bin Abdel Aziz al-Mghamis, Abdullah Bin Mohammad Bichi e Mohammad Bin Saleh al-Swed, chegaram ao Aeroporto Internacional de Beirute sob um forte esquema de segurança e acompanhados por 17 policiais sauditas, acrescentaram as fontes.

Estas pessoas tinham sido entregues à Arábia Saudita ao final do término do confronto em 2007 no acampamento palestino de Nahr el-Bared entre o Exército libanês e o grupo radical sunita Fatah al-Islam.

As fontes disseram que a entrega dos três acusados de terrorismo à Arábia Saudita fez parte dos acordos adotados no âmbito de um protocolo entre os países árabes por causa do conflito de Nahr el-Bared.

Através desse protocolo, os estrangeiros que eram detidos durante o conflito armado eram enviados a seus respectivos países, a pedido destas nações, mas com o tempo, foram ficando sob custódia do Líbano.

O retorno ao Líbano dos três sauditas acontece pouco depois de a televisão síria apresentar supostos membros da Fatah al-Islam que acusaram a Arábia Saudita e o político libanês Saad Hariri de financiar seu grupo.

O grupo de Hariri, que forma a maioria no Parlamento libanês, negou estas acusações.

Além disso, o jornal de propriedade da família Hariri, "Al Mustaqbal", publicou hoje confissões de supostos membros do mesmo grupo terrorista nas quais sustentam que eram os serviços de inteligência sírios que os apoiavam.

As fontes que informaram hoje do retorno dos três sauditas não disseram em quais atentados os dois podem estar envolvidos.

Nos últimos dias, o Exército libanês desmantelou uma rede terrorista supostamente vinculada à Fatah al-Islam e está interrogando as pessoas detidas. EFE ks/wr/fal

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG