Aquecimento global ameaça urso polar, raposa e alce (estudo)

O urso polar, a raposa do Ártico e o alce são algumas das espécies que estão gravemente ameaçadas de extinção em consequência das mudanças climáticas no Pólo Norte, alerta um estudo publicado nesta quinta-feira.

AFP |

"Espécies terrestres e marítimas estão sofrendo as consequências do comportamento humano a milhares de quilômetros de distância", afirma o biólogo Eric Post, da Penn State University, principal autor do relatório.

"Observe o que quiser (na terra, no mar ou no ar), estamos vendo sinais de mudanças rápidas", acrescenta.

O estudo, publicado na revista americana Science, analisou os trabalhos mais recentes sobre o impacto do aquecimento global no Ártico.

"O Ártico, tal como o conhecemos, está se transformando em algo do passado", destaca Post.

O oceano de gelo do Ártico sofre uma redução de 45.000 quilômetros por ano há duas décadas, o que ameaça animais como o urso polar e as focas (duas espécies que já correm risco de extinção). As populações de raposas do Ártico diminuem e os filhotes de alce só sobrevivem atualmente porque as fêmeas adultas conseguiram fazer com que eles se adaptassem às modificações ocorridas na flora da região.

mso/ap

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG