Apuração confirma Parlamento do R.Unido sem maioria absoluta

Londres, 7 mai (EFE).- A apuração oficial das eleições gerais desta quinta-feira no Reino Unido confirmou que não haverá nenhuma força política com maioria absoluta no Parlamento, algo que não ocorre desde 1974.

EFE |

Londres, 7 mai (EFE).- A apuração oficial das eleições gerais desta quinta-feira no Reino Unido confirmou que não haverá nenhuma força política com maioria absoluta no Parlamento, algo que não ocorre desde 1974. Faltando conhecer o resultado em 33 das 650 circunscrições do país, o Partido Conservador, de David Cameron, tem 291 cadeiras, o que matematicamente já lhe impede de alcançar as 326 necessárias para formar Governo sozinho. O Partido Trabalhista, do primeiro-ministro Gordon Brown, tem 247 deputados e o Partido Liberal-Democrata, de Nick Clegg, 51. As outras legendas, principalmente os unionistas norte-irlandeses e nacionalistas escoceses e galeses, dividem outras 27 cadeiras. Até agora, os tories obtiveram 10,1 milhões de votos (36,1%), os trabalhistas 8,2 milhões (29,2%) e os liberal-democratas 6,4 milhões (22,9%). À espera da divulgação do resultado nos 33 distritos pendentes, os conservadores terão que buscar apoio para ter uma maioria parlamentar suficiente que permita a formação do novo Governo. O Parlamento sem maioria absoluta também pode abrir a porta a uma coalizão entre trabalhistas e liberal-democratas, cujos líderes anunciaram que comparecerão publicamente ao longo da manhã para explicar as estratégias. EFE fpb/rr

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG