Aprovação a Evo Morales cresce perto de referendo, di pesquisa

LA PAZ (Reuters) - A aprovação da população ao presidente boliviano, Evo Morales, subiu em julho para 59 por cento, o nível mais alto em nove meses, mostrou uma pesquisa publicada neste domingo, a uma semana de um importante referendo. Esse nível garantiria a ratificação do primeiro presidente indígena na Bolívia, que chegou ao poder em janeiro de 2006 com apoio eleitoral recorde de 53,7 por cento, mas encontrou forte resistência da direita representada por prefeitos.

Reuters |

A divulgação da pesquisa coincidiu com o início da etapa final da campanha para a consulta de 10 de agosto.

Morales encerrará na quinta-feira sua campanha para o referendo, a partir do qual esperar relançar suas reformas de linha indígeno-socialista, que incluem medidas de nacionalização da economia e eliminação de latifúndios.

O índice de aprovação de Morales, medido mensalmente pela empresa privada Ipsos Apoyo Opinión y Mercado nas quatro principais cidades do país, havia recuado a 52 por cento em novembro e se recuperou até 57 por cento em junho.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG