Retomando o slogan de campanha do presidente eleito dos Estados Unidos, Barack Obama, o prêmio Nobel da Paz Al Gore disse nesta sexta-feira em Poznan, na Polônia, que é possível alcançar um novo acordo mundial para combater as mudanças climáticas.

"Yes, we can" ("sim, nós podemos"), afirmou o ex-vice-presidente americano, ovacionado pelos milhares de delegados reunidos na Conferência das Nações Unidas sobre as Mudanças Climáticas de Poznan.

Comparando a grande velocidade dos efeitos do aquecimento global e a lentidão na elaboração de um novo acordo internacional, Gore pediu mais ação aos negociadores.

"Mesmo se os progressos parecem dolorosamente lentos (...), e acho que as razões para ter esperança e ser otimista são mais importantes que as razões para duvidar e se desanimar", declarou.

"A luta entre a esperança e o medo está acontecendo hoje, aqui mesmo na Europa", continuou Gore, referindo-se à difícil negociação em Bruxelas de um plano sobre as mudanças climáticas da União Européia.

"Chegou a hora dos chefes de Estado e governo se envolverem pessoalmente nas várias reuniões" de negociação que devem acontecer no próximo ano, com o objetivo de alcançar um acordo em dezembro 2009, na conferência prevista em Copenhague, considerou.

O secretário-geral da ONU, Ban Ki-moon, anunciou na quinta-feira em Poznan que estudava a possibilidade de organizar uma cúpula e chefes de Estado e governo em setembro do ano que vem, em Nova York, durante a Assembléia Geral das Nações Unidas.

"Acredito que o caminho para Copenhague está livre", concluiu Al Gore, em meio a uma nova onda de aplausos.

acc/ap

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.