O empresário conhecido como o rei do spam foi condenado nesta terça-feira, nos Estados Unidos, a quase quatro anos de prisão por ter enviado milhões de mensagens indesejáveis, informaram as autoridades.

Robert Soloway, de 28 anos, proprietário de uma empresa de marketing em Seattle, era acusado de enviar entre 2003 e 2007 milhões de "spams" para promover os produtos e serviços de sua empresa.

Soloway foi sentenciado a três anos e 11 meses de prisão pelo juiz do tribunal federal de Seattle, informou o canal local KOMO-TV.

tq/LR

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.