Um grupo com cerca de 100 hondurenhos, que fará parte do Exército Popular do presidente deposto, Manuel Zelaya, iniciou seu treinamento em um local da fronteira entre Nicarágua e Honduras, comprovou a AFP no local.

bm/LR

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.