Asfixia simulada é tortura , diz escolhido de Obama para chefiar Justiça - Mundo - iG" /

Asfixia simulada é tortura , diz escolhido de Obama para chefiar Justiça

Washington, 15 jan (EFE).- Eric Holder, indicado pelo presidente eleito dos Estados Unidos, Barack Obama, para dirigir o Departamento de Justiça, disse hoje que as asfixias simuladas defendidas pelo atual Governo constituem atos de tortura.

EFE |

"As asfixias simuladas são tortura", assinalou Holder na audiência para a confirmação de seu cargo no Comitê Judicial do Senado.

A CIA reconheceu ter submetido alguns suspeitos de terrorismo a asfixias simuladas.

No entanto, os dois procuradores gerais anteriores dos EUA evitaram se pronunciar sobre se essa prática cumpre os requisitos legais que a constituem como tortura.

A asfixia simulada é uma técnica que consiste em jogar água no rosto do prisioneiro, que ao inalá-la tem a sensação de que vai se afogar.

O democrata Patrick Leahy, que preside o Comitê Judicial, perguntou a Holder se o presidente dos Estados Unidos tem a autoridade para dar imunidade às pessoas que cometeram atos de tortura, ao que ele responde que "ninguém está acima da lei".

Suas declarações supõem uma mudança clara a respeito da política do Governo de George W. Bush, que disse repetidamente que os Estados Unidos "não torturam", mas não definiu o que constitui tortura.

Susan Crawford, que supervisiona os tribunais militares especiais dos suspeitos de terrorismo detidos em Guantánamo, reconheceu nesta quarta-feira que um deles, Mohammed al Qatani, foi torturado.

Holder disse que "Guantánamo será fechada", mas não de forma imediata, e esclareceu que determinar o que fazer com seus 250 presos "levará um período extenso de tempo". EFE cma/jp

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG