Londres, 14 set (EFE).- A farmacêutica britânica GlaxoSmithKline (GSK) informou hoje que os primeiros testes com sua vacina contra o vírus da nova gripe demonstraram eficácia após a primeira dose.

Em comunicado, a companhia explicou que os resultados da experiência, que está sendo feita na Alemanha com 130 voluntários saudáveis de entre 18 e 60 anos, indicam que a vacina oferece uma "forte resposta imunitária".

Segundo a empresa, essa resposta "excede o critério de imunogenicidade" - propriedade de uma substância com capacidade de produzir uma resposta imune -, definido pelas autoridades reguladoras internacionais para uma vacina contra uma pandemia de gripe.

Mais de 98% dos participantes do estudo, que receberam a vacina com um coadjuvante (aditivo acrescentado a uma vacina para melhorar a resposta do sistema imunológico à mesma), mostraram uma reação imunitária adequada três semanas após sua aplicação.

Quando o grupo de teste recebeu a vacina sem coadjuvante, 95% de seus membros deram essa mesma resposta imunitária.

"Esta prova oferece dados estimulantes sobre o possível uso de uma dose de nossa vacina contra a pandemia", afirmou o presidente da GSK, Jean Stephenne.

"Compartilhamos esses dados com autoridades reguladoras e Governos que estão tomando decisões-chave sobre assistência sanitária nesse momento", explicou Stephenne.

A farmacêutica está realizando outros 15 experimentos com mais de nove mil pessoas em Europa, Canadá e Estados Unidos.

Após ser detectado o primeiro caso da gripe no México, em março passado, as empresas farmacêuticas, pressionadas pela demanda dos Governos, se lançaram a uma corrida para fabricar uma vacina que combata o vírus da doença.

Em 11 de junho último, a Organização Mundial da Saúde (OMS) declarou pandemia da gripe em nível global. EFE pa/rr

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.