Tamanho do texto

As autoridades do estado americano da Geórgia interromperam um período de sete meses sem execuções nos Estados Unidos ao cumprir a sentença de William Lynd, condenado pelo assassinato da namorada em 1988.

Lynd, de 53 anos, é a primeira pessoa executada em território americano desde que um condenado do corredor da morte foi morto pelas autoridades do Texas no dia 25 de setembro do ano passado.

O período sem execuções se seguiu a um questionamento da Suprema Corte americana em relação à injeção letal, método usado para matar a maioria dos prisioneiros condenados à pena capital nos Estados Unidos.

sg/ap/tt

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.