Após série de atentados Iraque registra 12 mortos nesta quinta-feira

Pelo menos duas pessoas morreram e oito ficaram feridas nesta quinta-feira após a explosão de uma bomba no sul do Iraque, informaram fontes policiais. Com este novo ataque, já são doze os mortos hoje no país, apenas um dia depois da maior série de atentados registrada em Bagdá desde a retirada das tropas americanas da cidade, com a morte de 95 pessoas e 600 feridos.

Redação com EFE |


As fontes disseram que uma bomba explodiu na passagem de um veículo em uma rodovia ao norte de Hilla, capital da província de Babel, matando duas pessoas e ferindo oito. Duas das vítimas do atentado se encontram em estado grave, acrescentaram as fontes.

Além disso, dois ataques de grupos armados cometidos na província de Diyala causaram a morte de oito pessoas e feriram outras 12.

Um grupo de homens armados, vestidos com uniformes policiais, atacou na última noite uma sede do partido União Patriótica do Curdistão, dirigido pelo presidente do país, Jalal Talabani.

No ataque, morreram dois membros do partido curdo, dois guardas e um civil. Outras oito pessoas ficaram feridas.

Na localidade de Abu Khamis, na mesma província, duas mulheres e um homem morreram na explosão de uma bomba, que também deixou feridas outras quatro pessoas.

Diyala, na divisa com o Irã, continua sendo um dos principais focos de ação da insurgência iraquiana e dos grupos islâmicos que operam no país.

Veja reportagem em vídeo sobre os atentados da véspera:


Leia mais sobre:
Iraque

    Leia tudo sobre: atentadoatentadosiraque

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG