Após protestos, Governo grego promete punir culpados por morte de jovem

Atenas, 7 dez (EFE).- O ministro de Interior da Grécia, Prokopis Pavlopulos, prometeu hoje punir os culpados da morte do jovem que, na noite deste sábado, foi atingido por um tiro da Polícia em Atenas.

EFE |

Além disso, Pavlopulos afirmou que respeitará o direito do povo às manifestações, mas que também apoiará as forças de segurança na manutenção da ordem.

Foi com essas declarações que o Governo da Grécia reagiu aos protestos violentos que estouraram repentinamente ontem à noite em Atenas e outras cidades do país, depois que um jovem morreu atingido por um tiro da Polícia durante um confronto com um grupo de radicais na capital grega.

Após lamentar a trágica morte do jovem, Pavlopulos prometeu na manhã de hoje, durante uma entrevista coletiva, que "os culpados serão punidos" assim que for concluída a balística.

Ao mesmo tempo, o ministro de Interior ressaltou que "a Polícia é obrigada a garantir a ordem pública" e que "a liderança da Polícia conta com toda a confiança do Governo".

A respeito das manifestações convocadas por grupos de radicais para hoje e amanhã, tanto em Atenas como em outras cidades, o ministro afirmou que respeita "o direito às manifestações", mas que estas não devem promover a "destruição da propriedade pública e privada".

"A Polícia estará presente para cuidar da vida de cada um dos manifestantes", declarou Pavlopulos.

A morte de Alexandros Grigoropulos, um estudante de 16 anos, aconteceu, segundo as primeiras informações, quando um policial que estava em uma viatura atirou para o ar com o intuito de dispersar um grupo que teria atacado a patrulha em um bairro de Atenas.

A bala, no entanto, atingiu o tórax do jovem, matando-o e, conseqüentemente, provocando uma série da protestos violentos em diversas cidades do país.

Em uma primeira avaliação dos danos materiais, os bombeiros contabilizaram 30 lojas, 16 agências bancárias e 13 veículos destruídos. EFE afb/sc

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG