Após pleito, direita beira maioria absoluta no Parlamento búlgaro

Sófia, 8 jul (EFE).- A oposição conservadora beira a maioria absoluta no Parlamento búlgaro depois que o Comitê Central Eleitoral (CCE) anunciou hoje a divisão final das cadeiras, derivada das eleições legislativas de domingo passado.

EFE |

O vencedor das eleições, o partido conservador Cidadãos para o Desenvolvimento Europeu da Bulgária (Gerb), liderado pelo atual prefeito de Sófia, Boiko Borisov, terá 116 cadeiras, ficando a cinco da maioria absoluta.

A segunda força política nas eleições passadas, a Coalizão da Bulgária, liderada pelo Partido Socialista Búlgaro (BSP, ex-comunista), do atual primeiro-ministro, Serguei Stanishev, conseguiu 40 cadeiras.

Dois deputados a menos, 38, terá o partido da minoria turca, Movimento de Direitos e Liberdades (DPS), e o ultranacionalista Ataca terá 21 cadeiras.

As negociações para formar uma coalizão que governe o país nos próximos quatro anos, entre o Gerb e a chamada Coalizão Azul, começam hoje, informou o jornal "Standart".

O presidente búlgaro, Georgi Purvanov, já anunciou ontem que convocará o novo Parlamento no próximo dia 14 de julho, mas que não entregará uma ordem para formar Governo no mesmo dia.

O chefe do Estado declarou que o novo Governo deve se concentrar em lutar contra a crise que levou o país à recessão. EFE vp/rr

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG