Após perder eleição interna do PS, Royal pensa na Presidência

A ex-candidata presidencial Ségolène Royal, derrotada ontem pela prefeita de Lille, Martine Aubry, na disputa pela liderança do Partido Socialista francês (PS), informou hoje que seu objetivo são as eleições presidenciais de 2012. Sem dizer diretamente que se tentará novamente a Presidência, a ex-candidata ao Palácio do Eliseu em 2007 afirmou em mensagem divulgada pela internet que continuamos, porque 2012 é muito em breve, 2012 é amanhã. Royal mira em 2012 um após perder também a eleição interna do partido, que escolheu Aubry -ex-ministra de vários Governos socialistas e autora da lei que fixa a jornada de trabalho em 35 horas semanais- como secretária-geral, após uma apertada votação. Royal acrescentou que seguirá insistindo em sua idéia de implementar uma nova forma de militância e que organizará federações que compartilhem de seus ideais. Ségolène Royal foi finalmente derrotada ontem por uma diferença final de 102 votos, depois de o Comitê Nacional do PS estabelecer o resultado definitivo de 67.451 de Aubry contra 67.

EFE |

349 dela. O Comitê aprovou a designação da prefeita de Lille (norte da França) com 159 votos a favor, 76 contra e 2 abstenções. EFE jaf/jp

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG